Qual o perfil de um bom gestor de equipas?

Atualmente, com as mudanças constantes no mercado laboral, os(as) gestores(as) têm de se adaptar a novas realidades de gestão e procurar que as suas equipas melhorem o seu desempenho e cumpram com os objetivos definidos pelas empresas.

O(A) gestor(a) de equipas é alguém com caraterísticas vincadas de liderança, que inspira e dá o exemplo, para que as suas equipas sejam produtivas e estejam motivadas para executar as suas tarefas diárias.     É alguém que procura as melhores habilidades de cada trabalhador(a), de modo a que estes(as) estejam em constante desenvolvimento profissional, e consigam resultados de excelência.

Liderar uma equipa não é uma tarefa fácil, e um(a) bom gestor(a) tem de assumir responsabilidades, delegar tarefas, definir metas e objetivos, delinear estratégias, organizar, controlar, avaliar e prever imprevistos.

 

5 importantes caraterísticas de um(a) gestor(a) de equipas:

  • Autoconhecimento

Um(a) bom(a) gestor(a) de equipas é alguém que se conhece muito bem e consegue destacar os seus principais pontos fortes e os pontos que precisa de melhorar.

 

  • Ser o Exemplo

Um(a) bom(a) gestor(a) sabe inspirar e motivar a equipa, está alinhado(a) com os valores da empresa e transmite segurança e confiança a todos(as) os(as) trabalhadores(as).

 

 

  • Proatividade

Um(a) líder de equipas deve ser alguém proactivo(a), estar constantemente atento(a) ao seu redor e manter-se sempre na linha da frente. É alguém que antecipa os problemas, para que as soluções aos mesmos sejam encontradas de forma mais fácil e rápida.

 

  • Assertividade

Uma outra caraterística essencial é a assertividade. Um(a) bom(a) gestor(a) comunica todas as mensagens de forma clara e objetiva, para que as equipas interpretem da melhor forma. Esta é também uma caraterística fundamental para o desenvolvimento dos relacionamentos interpessoais dentro da empresa.

 

  • Planeamento

Para desempenharem um bom papel, os(as) gestores(as) de equipas devem fazer um bom planeamento. Planear as tarefas prioritárias, urgentes e não urgente, e delegar as mesmas pelos(as) trabalhadores(as). Esta é também uma forma mais fácil para lidar com possíveis imprevistos que possam ocorrer.

 

 

A gestão de equipas nas empresas, envolve conhecimentos técnicos, por isso é extremamente importante aprofundar conhecimentos e trabalhar o desenvolvimento profissional e pessoal, de modo a garantir uma melhoria contínua de resultados e alcançar o sucesso.

 

Para saber mais clique aqui ou entre em contacto: geral@mwl.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *