Os investimentos dos Chineses em Portugal

Ao longo dos últimos anos, têm se verificado grandes investimentos Chineses a sul da Europa, onde se incluem países como Portugal, Itália e Grécia. Portugal é considerado o segundo país da Europa que mais investimentos recebeu da China, factos que já vêm acontecendo, ano após ano, desde a vaga de privatização sob a troika.

No ano de 2018, os investimentos dos Chineses em Portugal aumentaram 7,27%, tendo sido investidos 5,24 mil milhões de euros. Cai Run, Embaixador Chinês em Portugal, referiu que estes investimentos têm vindo a ser crescentes, e que espera que as trocas comerciais continuem a aumentar nos anos que se avizinham.

O topo de preferências dos chineses passa pelas áreas das Energias, Banca, Seguros e Aviação. O império do dragão em Portugal, foi construído à base da compra de empresas já estabelecidas.

Presença Chinesas nas Empresas Portuguesas

Sector Banca

  • Millennium BCP – 27,06%
  • Haitong Bank – 100%
  • Banif – 100%

Sector Seguros

  • Fidelidade – 85,00%
  • Groupana Seguros – 100%

Sector Energias

  • EDP – 28,25%
  • EDP Renováveis – 49,00%
  • REN – 25,00%

Fonte: Website SIC Notícias

No final do ano 2018, o presidente Chinês, Xi Jinping, fez uma visita aos portugueses, e referiu que a China e Portugal estão numa fase crucial do seu desenvolvimento. Afirmou também, que pretende aumentar as trocas comerciais e cooperar nas áreas como automóveis, novas energias, finanças e construção de portos, e ainda, investir na “economia azul”, o mar Português. É de salientar também, que esta visita a Portugal, ficou marcada pela assinatura de 17 acordos bilaterais (7 do âmbito empresarial), em áreas desde a cultura à ciência, à indústria e comércio.

Terminou, ontem a visita do nosso Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, à China, onde referiu “É um momento que não podemos desperdiçar. Porque há a memória de um conhecimento recíproco, uma capacidade de compreensão também singular, porque há uma confiança que se criou. E a confiança é crucial. Está criada a confiança, a todos os níveis”, aconselhando os empresários a aproveitarem este momento para “ir mais longe e ir mais depressa” nos negócios.

Como já referido, a China é uma das economias mais importantes e que está constantemente em crescimento. O Mandarim está a assumir uma grande importância no mundo dos negócios.

Neste sentido, a MWL apresenta os Cursos de Formação, no âmbito da área de Línguas e Literaturas Estrangeiras, certificados pela DGERT:

  • Inglês
  • Mandarim
  • Russo

A duração total de cada curso é de 25 horas e a data prevista para o início da realização dos mesmos é no dia 7 de junho de 2019 (em regime pós-laboral), na Sala de Formação da MWL.

Vai perder esta oportunidade? Inscreva-se!

Inscrições: geral@mwl.pt ou https://forms.gle/crbzqemLftXm6cbs9

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *