O livro dos Elogios

Elogiar é a expressão de opinião favorável ou admiração por algo/alguém.

O elogio é essencial para o desenvolvimento emocional e social ao longo do ciclo de vida. É vital para um bom clima, tanto familiar como organizacional.

O livro dos elogios, surgiu da necessidade da mentora do projeto, Cristina Leal, demonstrar a gratidão e satisfação que sentia nos vários serviços e atendimentos que lhe foram prestados ao longo dos tempos.

Já há algum tempo que Cristina questionava o porquê da existência de um livro de reclamações, e não haver nenhum para registar situações opostas, onde fosse possível mostrar o reconhecimento ao outro, pelo seu melhor desempenho.

Nos dias de hoje, são raras as pessoas que tomam a liberdade de reconhecer o trabalho, esforço e dedicação do outro para connosco, para dar uma palavra amiga, ou simplesmente ter o gesto de mostrar apreço e gratidão. A sociedade em geral está mais “habituada” a lidar com a condenação pelos erros e falhas.

Os elogios são essenciais, tanto nas relações pessoais, como nos negócios. Podem ser responsáveis por melhorar o ambiente de trabalho e a produtividade de todos(as) os colaboradores(as). É uma importante ação para o ego, que serve como um catalisador de competências e pontos fortes.

O ato de elogiar é essencial num ambiente organizacional. O elogio desencadeia uma série de estímulos de alegria, prazer e satisfação na corrente sanguínea de quem o recebe, o que por consequência acaba por aumentar a autoestima.

É de referir, que saber aceitar um elogio é extremamente importante, e que nem todas as pessoas têm facilidade em fazê-lo. O elogio deve ser aceite sem falsas modéstias, um simples agradecimento é suficiente.

Como elogiar os outros?

  • É importante saber elogiar no imediato (quanto mais próximo estiver o elogio da ação, mais vezes esta se repetirá);
  • Não receie perder o poder pessoal por elogiar outra pessoa;
  • Expresse de forma clara, a atitude, comportamento ou competência que está a elogiar;
  • Faça o elogio diretamente à pessoa em questão, e não peça a terceiros para o fazer;
  • Elogie de forma clara e objetiva, sem rodeios ou de forma exagerada;
  • Seja espontâneo;
  • Dê tempo para a pessoa elogiada reagir;
  • Pratique o elogio começando por reconhecer os seus próprios pontos fortes. Elogie-se.

Reflita sobre as seguintes questões:

– Quando foi a última vez que fez um elogio a alguém?

– Como se sente ao ser elogiado(a)?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *