Lista de Verificação de Fatores de Risco Psicossociais

Os Fatores de Risco Psicossociais são das questões mais significativas no âmbito da área de Segurança e Saúde no Trabalho, uma vez que, têm um grande impacto na Saúde dos Trabalhadores. Podemos definir os Riscos Psicossociais (relacionados com o trabalho), como “todos os aspetos relativos ao desempenho do trabalho, assim como à organização e gestão e aos seus contextos sociais e ambientais, que têm o potencial de causar danos de tipo físico, social ou psicológico.” (EU –OSHA,2007).

Estes riscos são identificados como uma das principais causas de absentismo laboral, devido a situações de saúde, entre as quais, destacamos as doenças cardiovasculares, transtornos de saúde mental e alterações músculo-esqueléticas.

Por norma os fatores psicossociais estão associados a questões como: ritmo de trabalho acelerado, horários extra de trabalho, sobrecarga de tarefas, relações interpessoais, desenvolvimento de carreira, e questões de equilíbrio entre a vida pessoal e o trabalho.

Quais são os Riscos Psicossociais?

  • Stress ocupacional – Este tipo de stress acontece quando o trabalhador não tem capacidades para as exigências definidas no trabalho. Em vários casos o stress ocupacional pode causar esgotamento físico e psíquico.
  • Assédio moral – O assédio moral é definido com um conjunto de comportamentos indesejados e abusivos, praticados de forma persistente e prolongada. Estes atos têm como intuito baixar a autoestima e colocar a pessoa em situações de impotência.
  • Assédio Sexual – Comportamento indesejado, de caráter sexual, sob a forma verbal ou física, com o objetivo de perturbar, intimidar ou humilhar um trabalhador.
  • Violência – Quando o trabalhador sofre de abusos ou ameaças no ambiente de trabalho que coloque em perigo a sua segurança, saúde e/ou bem-estar.

Que fatores que podem provocar Riscos Psicossociais?

  • Conteúdo de Trabalho – Quando existe falta de variedade e bastante complexidade no trabalho, os trabalhos são monótonos e repetitivos e os recursos insuficientes, pode provocar uma enorme tensão no dia-a-dia de trabalho.
  • Acumulação e ritmo de trabalho – Quando o trabalho é insuficiente ou pelo contrário quando é excessivo, e existe uma incapacidade de lidar com as exigências. Está também relacionado com as situações que exigem uma grande pressão por parte dos superiores hierárquico no cumprimento de prazos.
  • Horários – O trabalho noturno, ou por turnos, o acumular de horas extra e a inflexibilidade no trabalho são fatores que afetam o equilíbrio entre a vida pessoal e familiar e pode conduzir a um desgaste emocional.
  • Relações Interpessoais –Quando existe má comunicação e más relações entre colegas e superiores que geram conflitos no local de trabalho.
  • Desenvolvimento profissional – Falta de progresso a nível profissional, salários baixos, falta de reconhecimento e precariedade são situações que podem desencadear fatores de riscos psicossociais e stress.
  • Equilíbrio entre a vida pessoal e profissional – Incompatibilidade entre as exigências do trabalho e vida pessoal, falta de descanso e tempo de lazer.
  • Intensidade de trabalho – Pressão e carga de trabalho crescente e altos níveis de competitividade no trabalho, pode levar a problemas de saúde como: ansiedade, depressão e stress.
  • Espaço físico – Ambientes de trabalho inadequados e sem conforto (temperatura, som, iluminação, etc.) podem dificultar a capacidade de concentração dos trabalhadores.

E que consequências têm estes Riscos?

CONSEQUÊNCIAS EXEMPLOS
    FÍSICAS Doenças Cardiovasculares;Problemas Músculo-Esqueléticos;Insónias e Fadiga; Problemas sistema respiratório/ digestivo;Dores de cabeça.
  PSICOLÓGICAS Depressão e Ansiedade;Esgotamento; Cansaço Extremo;Falta de concentração.
COMPORTAMENTAIS Isolamento social;Agressividade; Consumo de substâncias psicoativas; Falta de comparência ao trabalho;Suicídio.           

Lista de Verificação de Fatores de Risco Psicossociais

É essencial promover um local trabalho saudável e seguro nas Empresas e oferecer condições de trabalho que se adaptem às necessidades específicas de cada trabalhador.

Neste sentido, a MWL apresenta um Programa de Avaliação e Prevenção dos Riscos Psicossociais:

  • Diagnóstico (reuniões/sessões/entrevistas/recolha de informação pertinente);
  • Aplicação de  Metodologias de Avaliação dos Riscos Psicossociais  –  Copenhagen Psychosocial Questionnaire (COPSOQ) , aceite e alinhada com a ordem dos Psicólogos. 
    •  Elaboração de um Plano de Intervenção  que poderá contemplar sessões individuais e /   ou formação.

Inscreva-se na formação: geral@mwl.pt ou https://forms.gle/PKoWPHDCWLyuRhoeA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *