Já planeou a estratégia digital da sua empresa para 2021?

O ano de 2020 foi um ano atípico, onde presenciamos uma mudança gigante no mercado, do dia para a noite. O novo Coronavírus veio trazer novos desafios a muitas empresas/organizações. Este vírus veio acelerar as mudanças e transformações que já tinham sido iniciadas, como a transformação digital, a gestão de equipas e a mudança de mindset das empresas.

As consequências desta pandemia foram sentidas na grande maioria das empresas, desde a gestão até aos relacionamentos com os consumidores. Neste momento o importante é a sobrevivência das empresas, e para isso é urgente mudarem, adaptarem-se e dar todas as oportunidades às novas inovações, de forma a que consigam também garantir resultados a longo prazo.

O planeamento da estratégia digital é extremamente importante, de forma a evitar erros e desperdício de recursos que podem ser evitados.

A estratégia digital deve estar alinhada com as novas tendências para 2021, o budget disponível, os objetivos e metas a curto, médio e longo prazo, e os canais de comunicação onde o target das empresas está inserido.

O que se deve ter em atenção?

  • Alterações do setor de atividade;
  • Informação detalhada sobre o público-alvo;
  • Definição de objetivos e metas;
  • Definição do orçamento previsto;
  • Definição da estratégia da empresa.

O comportamento e hábitos de consumo dos consumidores mudou com a crise que estamos atualmente a viver. Por esse motivo as empresas têm agora mais do que nunca, de se reinventar, e procurar novas estratégias que possam gerar novas oportunidades e pontos de contacto.

É necessário que as empresas definam o seu “perfil de cliente ideal”, de acordo com esta nova mudança de comportamentos, e percebam quais as estratégias de comunicação que fazem mais sentido serem utilizadas para se manterem em contacto com esses mesmos clientes.

Já em 2020 verificamos a alteração da experiência de compra, onde cada vez mais os clientes querem aquele produto/serviço em modo “express”, e isto deixou de ser uma opção para passar a ser um comportamento padrão.

Esta experiência de compra é algo que também deverá ser muito bem planeado e melhorado para o próximo ano. É necessário a procura do feedback dos clientes para aprimorar a estratégia de personalização da experiência de compra.

E lembre-se:

“Nada é permanente, exceto a mudança!”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *