A saúde mental e o regresso dos profissionais às empresas

Desde 2020 que vivemos tempo atípicos, onde fomos presenteados com uma nova realidade, a do teletrabalho.

Fomos obrigados a encontrar alternativas para ocupar a mente e para nos mantermos saudáveis. Passámos a não sair de casa sem máscara, as reuniões familiares e os convívios com amigos foram trocados por videochamadas, e os beijos e abraços por “cotoveladas”.

A missão do regresso à normalidade não será tarefa fácil, sendo que após 1 ano em casa, muitos dos profissionais sentem-se cansados, ansiosos e em baixo.

De acordo com a informações divulgadas pela Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova de Lisboa, na reunião de especialistas que decorreu no Infarmed, no que se refere à perceção do estado de saúde global, 46,3% reportou-o como muito mau, mau ou razoável.

As medidas de distanciamento física impostas pelo Governo, devido ao vírus Covid-19, tiveram consequências bastante negativas, tanto em Portugal como em muitos outros países.

Em 2020 havia uma clara preferência dos(as) trabalhadores(as) em trabalharem de forma remota, isto porque, havia um clima de insegurança e ansiedade face ao novo coronavírus que tinha aparecido há pouco tempo na sociedade.

Agora, em inícios de junho de 2021, os profissionais estão cansados de estar em casa, querem regressar aos seus locais de trabalho, sendo que as vacinas também já vieram dar um reforço na confiança dos portugueses.

 Seguem algumas dicas para o ajudar a cuidar da sua Saúde Mental para o novo regresso ao escritório:

  • Planeie o regresso à normalidade;
  • Despenda de tempo para si e para cuidar do seu bem-estar;
  • Continue a seguir as medidas de proteção impostas nos locais de trabalho, para a Covid-19;
  • Identifique e expresse as suas emoções;
  • Pratique Mindfulness;
  • Pratique uma alimentação saudável;
  • Faça exercício físico;
  • Assegure uma boa noite de sono;
  • Mantenha bons relacionamentos interpessoais;
  • Nos casos mais complexos, procure a ajuda de um profissional.

 

Com o novo regresso é importante lembrar as medidas a ter em consideração, para que os(as) trabalhadores(as) e ocupantes dos edifícios e empresas, estejam em segurança:

  • Mapear os perigos e avaliar os riscos de contágio;
  • Adotar medidas de controlo dos riscos adaptadas às especificidades de cada local;
  • Reduzir as interações físicas entre os(as) trabalhadores(as), prestadores de serviço, clientes e visitantes;
  • Fornecer equipamentos de proteção individual;
  • Proporcionar apoio face à saúde mental dos(as) trabalhadores(as);
  • Formação e material informativo sobre a Segurança e Saúde no Trabalho, para os(as) profissionais.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *